28º Mix Brasil | Oito filmes imperdíveis para assistir no festival

O Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade deu início a sua 28º edição, no dia 11 de novembro, com uma programação imperdível, misturando cinema, teatro, música, artes visuais, literatura e espaços para discussão. No meio de uma pandemia, a programação do festival foi uma entre inúmeros eventos de 2020 que tiveram que se adaptar a esta nova realidade. Neste ano, o Mix Brasil traz uma mescla de eventos presenciais e online, tudo de forma gratuita. 

Conheça The Prom – o musical da Broadway que será adaptado pela Netflix

Na área de cinema, o festival selecionou 101 filmes, entre curtas e longas, de 24 países. Alguns com exibição exclusiva presencialmente, em São Paulo, mas a grande maioria será transmitida de forma digital. Por isto, o LesB Out! resolveu selecionar alguns dos títulos de maior destaque da programação e trazer para vocês! Lembrando que o evento vai até o dia 22 de novembro, então pegue uma caneta e papel e anote essas dicas maravilhosas para assistir ao longo da semana. 

As Mil e Uma (Las Mil y Una)

Filme de abertura do Festival Mix Brasil, “As Mil e Uma” acompanha Iris (Sofía Cabrera) e Renata (Ana Carolina Garcia), duas jovens que moram em uma periferia da Argentina e acabam criando um laço além da amizade enquanto uma tenta superar seus medos e a outra lida com as fofocas feitas sobre ela. O filme, dirigido por Clarisa Navas, retrata a realidade de jovens que vivem em um ambiente hostil, violento e cheia de julgamentos, mas que ainda assim conseguem encontrar amizade e amor.

Primeiras Impressões | As Five

Onde assistir: Innsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Ellie & Abbie

Ellie (Sophie Hawkshaw) é uma adolescente que luta para conseguir criar coragem para chamar sua colega de turma, Abbie (Zoe Terakes), para o baile de formatura. Até que a sua tia Tara (Julia Billington), uma lésbica assumida que morreu nos anos 80, volta a vida como uma “fada-madrinha” cheia de conselhos para a sobrinha Ellie, queira ela ou não. A comédia australiana, escrita e dirigida por Monica Zanetti,ficará disponível a partir desta terça-feira (17).

Resenha | A grande chance de Ana Luna – livro leve sobre representatividade

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Valentina

Longa de estreia do mineiro Cássio Pereira dos Santos, “Valentina” acompanha uma menina trans de 17 anos (Thiessa Woinbackk) que muda-se para uma pequena cidade em Mina Gerais com a sua mãe (Guta Stresser) em busca de recomeçar suas vidas. Mas, rapidamente, a adolescente começa a enfrentar problemas na nova escola. O filme ficará disponível a partir desta terça-feira (17) e faz parte da Mostra Competitiva do Mix Brasil.

Review | A Maldição da Mansão Bly – terror emocional que merece sua atenção

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Emília

Mais um filme argentino na lista e desta vez somos apresentados a Emília (Sofía Palomino), que volta para o povoado onde cresceu e que sua mãe ainda vive após terminar o relacionamento com sua namorada. Enquanto tenta se reencontrar e decidir o que fazer da vida a seguir, Emília se reconecta com o povo da cidade, com os afetos do passado e também com os sentimentos que a fizeram sair de lá.

Universo The Vampire Diaries: como Julie Plec contribui para a representatividade LGBTQIA+

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Caminhos Esquecidos (La Nave del Olvido)

Claudina (Rosa Ramírez) volta para o interior do Chile para morar com a filha após a morte do marido. Nesta nova rotina, ela cria laços com a vizinha Elsa (Romana Satt), uma mulher casada e independente. As duas iniciam um relacionamento que leva Claudina em uma jornada de autoconhecimento sob os olhos da filha e dos amigos, em uma pequena cidade religiosa e conservadora, obcecada com aparições de OVNIs.

LesB Indica | Lúcifer – produção baseada em quadrinhos é divertida de assistir

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Língua Franca

Olivia (Isabel Sandoval) é uma imigrante filipina vivendo em situação ilegal em Nova York, nos Estados Unidos. Paranoica com a possibilidade de ser deportada, ela se envolve com Alex (Eamon Farren), em busca de um casamento para conseguir o green card. O filme dirigido, escrito, montado e produzido por Isabel Sandoval foi o grande vencedor do festival Queer Lisboa deste ano. O longa estará disponível a partir desta terça-feira (17).

Especial Halloween | 7 filmes de terror com mulheres LGBTQIA+

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Meu Nome é Bagdá

Bagdá (Grace Orsato) é uma skatista que vive na Freguesia do Ó, na periferia de São Paulo. Apesar de viver em uma família pouco convencional e que a apoia, na rua ela precisa enfrentar dilemas como machismo e preconceitos. Até que ela encontra um grupo de meninas skatistas que irá mudar sua vida. O filme dirigido por Caru Alves de Souza também faz parte da Mostra Competitiva do Mix Brasil e ficará disponível a partir desta terça-feira (17).

Contos Latentes: a história de mulheres LGBTQIA+ retratada de forma real

Onde assistirSesc Digital

Shiva Baby

Danielle (Rachel Sennott) é paga por seu sugar daddy e vai encontrar seus pais neuróticos em uma shivá familiar. Ao chegar, ela é abordada por vários parentes distantes sobre sua aparência e a falta de planos para o futuro, enquanto sua ex-namorada, Maya (Molly Gordon), é aplaudida por todos por entrar na faculdade de direito. O dia piora quando seu sugar daddy, Max (Danny Deferrari), chega com sua esposa ao shivá. Agora Danielle luta para manter diferentes versões de si mesma, se afastar das pressões da família e enfrentar suas inseguranças sem se perder completamente. A comédia de Emma Seligman ficará disponível a partir desta terça-feira (17).

LesB Indica | Mindhunter – uma produção impecável sobre assassinos em série

Onde assistirInnsaei.tv (necessário fazer cadastro no site)

Grasielly Sousa

Jornalista nascida no Rio de Janeiro e atualmente morando em Fortaleza. Cresci assistindo filmes da Sessão da Tarde, Dragon Ball e Xena: A Princesa Guerreira. Constantemente falando coisas aleatórias sobre cinema, séries e tv e música.

Deixe uma resposta