LesB Indica | Lizzie – longa-metragem baseado na história real de Elizabeth Borden

O longa-metragem “Lizzie” é baseado na história real de Elizabeth Borden, mulher que se tornou uma espécie de lenda urbana nos EUA após ter sido acusada de assassinar o pai e a madrasta com machadadas, em 1892.

LesB Indica | Casamento de Verdade – história fictícia com traços de realidade

No filme, Lizzie Borden (Chloe Sëvigny) é uma jovem reservada que vive com a irmã, o pai e a madrasta em Massachussets. A convivência com eles é bastante ruim, e faz com que a protagonista sempre acabe os enfrentando. A chegada de uma nova empregada à casa, Bridget Sullivan (Kristen Stewart), esta que chamam de ‘Maggie’ faz com que a personagem de Sëvigny encontre um alento.

Bridget também é uma jovem reservada e com a ajuda de Lizzie começa a aprender a ler. Nesse meio tempo, a família Borden, conhecida na alta sociedade, sofre com constantes ameaças. Não se sabe ao certo o porquê isso acontece, mas o pai a culpa por envergonhá-los perante a sociedade (Lizzie sofre convulsões e teve ataques em lugares públicos) e ela acha que é por causa dos negócios do pai.

Visibilidade Lésbica | 30 personagens lésbicas das séries de TV e streaming

O vínculo entre Lizzie e Bridget só aumenta conforme o tempo e as duas passam a se comunicar com pequenos bilhetes e cartas. A atração entre elas é clara e o apreço que a protagonista sente pela personagem de Stewart é capaz de fazê-la enfrentar ainda mais o pai. No filme, a situação fica insustentável para ela (Lizzie), em sua casa, e é aí que o crime acontece.

Na vida real, o romance entre Lizzie Borden e Bridget Sullivan foi especulado anos depois do crime ter acontecido e colocaria este fato como uma espécie de motivador para elas terem assassinado Andrew e Abby Borden. Além disso, também foi especulado que, anos depois, Lizzie se envolveu com a atriz Nance O’Neill, com quem tinha uma amizade estreita, chegando até dar uma festa em sua homenagem. Bridget se mudou para o estado de Montana, vivendo lá até sua morte e a outra continuou morando na mesma cidade onde o crime ocorreu, vivendo sob o julgamento constante dos outros moradores.

Visibilidade Lésbica | Marcos na história das mulheres lésbicas

Houve diversas citações sobre Lizzie Borden em livros, filmes, até em peças da Broadway. Inclusive, ela se tornou um personagem da cultura popular estadunidense, se tornando até parte de um versinho:

“Lizzie Borden pegou um machado

e deu quarenta golpes na mãe.

Quando ela viu o que tinha feito,

deu quarenta e um ao pai.”

O filme com Chloe e Kristen nos papéis principais foi lançado em 2018 e a primeira também é co-produtora. O longa-metragem está disponível no Amazon Prime Video.

França Louise

França Louise

França, 25 anos, fã incondicional de Grey’s Anatomy. Mora em SP mas ama viajar. Viciada em livros de fantasia e romances policiais, espera um dia poder ter tempo de colocar a suas leituras e séries em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *