LesB Indica | Chasing Life (Lutando pela Vida) – narrativa que explora a luta contra o câncer

“Chasing Life” (“Lutando pela Vida”) é uma série de drama, criada por Susanna Fogel (“Fora de Série”) e Joni Lefkowitz (“Jane the Virgin”), baseada na produção mexicana “Terminales” de Miguel Angel Fox.

LesB Indica | Falsas Aparências – minissérie da BBC que vale seu tempo

April Carver (Italia Ricci) é uma audaciosa jornalista que está tentando impressionar seu chefe no jornal que trabalha, ao mesmo tempo que precisa conciliar sua vida profissional com a sua família. Ela retorna para casa após seu pai morrer em um acidente de carro e divide seus dias com sua mãe, Sara (Mary Page Keller), sua avó Emma (Rebecca Schull) e a irmã adolescente rebelde Brenna (Haley Ramm).

Depois de conseguir uma reportagem importante e finalmente sair com o “galã” mais desejado do seu local de trabalho, a vida de April parece um verdadeiro conto de fadas. Porém, sua realidade muda drasticamente no momento em que ela, com apenas 24 anos, é diagnosticada com câncer (leucemia).

No início, a protagonista resiste em aceitar que está doente e a cada episódio é possível perceber sua percepção sobre o que é a vida. Primeiro, a única coisa que April quer é continuar sua vida normalmente, inclusive não conta nada a sua família, como também não aceita que deve fazer um tratamento. Quando os sintomas começam a surgir e “prejudicar” seus sonhos, a caminhada dela muda totalmente para uma mulher que quer, a qualquer custo, lutar pela vida.

Review | ANNE+ – Primeira Temporada

“Chasing Life” apresenta uma história sobre a vida, através de um meio familiar composto, em sua maioria, por mulheres. Cada uma lida com suas emoções de forma diferenciada, ao mesmo tempo que vemos como o câncer impacta na vida delas. A série traz a mensagem direta que as pessoas, muitas vezes, se agarram a coisas supérfluas e esquecem de simplesmente viver.

Brenna Carver e o peso da irmã mais nova

Brenna Carver é a típica adolescente mal compreendida que se passa por uma pessoa mimada, rebelde e egoísta. Na verdade, a garota tenta o tempo todo superar sua irmã mais velha “perfeita” e seus vários problemas internos após a morte do seu pai. Ela é a primeira da família Carver a descobrir que April está com câncer e diferente do que todos esperavam, Brenna sempre se mostra disponível para apoiar a irmã.

Apesar da garota ser apresentada como fora de controle, ao longo dos episódios, ela começa a superar suas perdas e se transforma em uma mulher forte, solidária, obstinada e que não tem medo de lutar pelo que acredita. Desta forma, é explorado a descoberta de sua sexualidade.

Pro Mundo (Out!) | Kena e a importância de representar e apresentar novas vivências

Brenna é tratada como uma pessoa que não quer se rotular, entretanto, cansada de comentários sobre namoro, garotos e afins, ela se revela como bissexual na mesa de jantar para toda sua família. A forma como sua sexualidade é abordada é muito natural e diferente de muitas produções, a partir do momento que a garota “sai do armário”, o fato dela ser bissexual não é apagado e ela se relaciona com ambos os sexos, e não apenas só com garotas.

“Chasing Life” se preocupa em mostrar cada aspecto do câncer, do momento que a pessoa descobre a doença, o tratamento, o pós-diagnóstico e todo o processo de luto. A série mostra que a vida é feita para ser vivida e o quanto o câncer é uma doença imprevisível que não impacta apenas a pessoa que carrega a dor, mas todos que estão e continuam ao redor dela nessa grande luta pela sobrevivência.

Priscilla Pugliese comenta retorno a sua personagem em “A Melhor Amiga da Noiva”

Apesar da série ter sido cancelada em sua segunda temporada, ela vale a pena pelas lições que proporciona, e também pela história de Brenna Carver, que cresce de uma adolescente rebelde para uma garota orgulhosa de quem é. “Chasing Life” está disponível na Starzplay e possui duas temporadas.

Bruna Fentanes

Bruna Fentanes

Baiana, designer e estudante de jornalismo. Acredita que vive em seu próprio conto de fadas e se divide entre suas duas obsessões: livros de romance e séries teen.

Deixe uma resposta