RED: a websérie nacional que todos deveriam estar assistindo

[Este texto contém spoilers]

A websérie “RED” foi a primeira produção nacional do gênero a apresentar nas telinhas um relacionamento entre duas mulheres. Assinada por Germana Belo e Viv Schiller, e com direção de Fernando Belo, a historia segue duas atrizes, Liz Malmo (Ana Paula Lima) e Mel Béart (Luciana Bollina), que se conhecem no set de filmagens de um curta-metragem e acabam levando o relacionamento das personagens Simone e Scarlet para fora das telas.

Na Estante | Professor Marston e as Mulheres-Maravilhas

Com baixíssimo orçamento inicialmente, os responsáveis pela série recorreram a campanhas virtuais para conseguirem tirar o projeto do papel e trazê-lo para a realidade, e com muita garra e vontade de fazer algo novo, além do “mais do mesmo” que se vê por ai, nasceu “RED”.

“RED” conta a história de um grande amor que nasceu de uma forma bem singela. As personagens de Luciana e Ana Paula tentaram negar todo o sentimento que havia se desenvolvido nos sets de filmagens, mas no fim o amor sempre vence. Contudo, o que surge como um refresco para uns, não é tão bom assim para outros, e nessa historia Henrique (Bruno Lamberg), ex-marido de Mel, sai ferido.

Review | Legends of Tomorrow – Episódio 4.08

Mas não só de amor é feito “RED”, e entre os dramas do relacionamento de Liz e Mel (ou Meliz como são chamadas) as personagens precisam lidar com os seus próprios problemas pessoais. Liz, por exemplo, sofreu anos atrás com o vício em drogas, e se vê entrando novamente e cada vez mais nesse mundo. Mel a ajuda, lhe concede apoio sempre que ela precisa, mas apesar disso, e com todos os dilemas que o novo relacionamento lhe trouxe, ela (Liz) busca nas drogas um escape disso tudo.

Já Mel, além de precisar lidar com a confusão dos seus novos sentimentos, a separação, a insistência de Henrique de que eles ainda podem dar certo, ainda descobre uma gravidez inesperada. Como se não bastasse, Mel perde o bebê no fim da terceira temporada, o que poderá modificar imensamente seu caminho na quarta etapa.

Crítica | Oito Mulheres e um Segredo – o heist que estava faltando

Liz e Mel são a fortaleza uma da outra, e mesmo com todos os problemas e dificuldades sempre conseguem encontrar o caminho de volta. “RED” é uma websérie que fez um sucesso enorme e inclusive já concorreu e ganhou prêmios internacionais, e que surge para tentar suprir uma carência muito sentida pelo público LGBTQ+ feminino nas produções audiovisuais.

A série atualmente conta com três temporadas completas e está iniciando a quarta na plataforma de vídeos Vimeo.

Myrella Oliveira

Myrella Oliveira

Myrella Oliveira é a co-criadora do LesB Out!, estudante de Publicidade, designer e sonha mais do que pode realizar. Acumula livros que não tem tempo pra ler e séries que não tem tempo para assistir. Feminista, bissexual e orgulhosa, além de ser esquecida e absurdamente dramática. Enxerga o mundo de um jeito bem singular. Mora no litoral ensolarado do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *