LesB Indica | Lírios D’Água – narrativa explora a construção da imagem do adolescente

“Lírios D’Água” é um longa-metragem francês definido como um romance e um drama. A narrativa acompanha a história de três adolescentes de 15 anos: Marie (Pauline Acquart), Floriane (Adele Haenel) e Anne (Louise Blachère). As três meninas estão enfrentando os dilemas, descobertas e dores que vem junto com a chegada da adolescência, além da tomada de consciência sobre si e sobre o mundo acompanhado dos movimentos de tomada de decisão.

LesB Indica | A Cor Púrpura – o considerado melhor filme de 1985 vale seu tempo

O filme mostra uma estranha relação construída entre Marie, a menina tímida e excluída, e Floriane, a capitã da equipe de nado sincronizado da escola. A primeira está vivendo uma paixão avassaladora e a descoberta de sentimentos que ela não sabia que era possível, justamente pela segunda, que se encontra em uma relação com o galã da escola, François (Warren Jacquin). Floriane entende os sentimentos que Marie tem por ela e a partir disso se inicia um jogo de sedução.

Resenha | Com Amor, Creekwood – um presente para os fãs do Simonverso

Por outro lado, Anne está também em busca de conquistar o garoto por quem está apaixonada que, no caso, é François. Mais aberta do que a amiga Marie, ela tenta ser notada com extravagância e insistência. Em “Lírios D’Água” é possível observar que cada uma das adolescentes age da maneira que acha ser coerente, elas fazem escolhas em suas formas de conquistas e as suas artimanhas utilizadas, longe de regras sociais.

Com direção de Céline Sciamma (“Retrato de uma Jovem em Chamas” “Tomboy”), o longa é ambientado na periferia de Paris, e mostra um diálogo entre as casas das personagens e o clube onde fazem as atividades e convivem. A diretora consegue sutilmente dividir as sensações e sentimentos de cada uma das três meninas separando e demonstrando a personalidade delas sendo construída.

Resenha | Rádio Silêncio – uma história intensa e dolorosa

“Lírios D’Água” vale a pena se assistido, pois conta uma história que vai para além da descoberta da sexualidade, bem comum em filmes com foco nos adolescentes. É uma trama que fala sobre os anseios que permeiam essa fase de descoberta como um todo, sejam eles as relações sociais, românticas ou intrapessoais e se aproxima ao máximo da construção da imagem do adolescente. A produção estreou na França, em 2007, e hoje está disponível no Brasil através do canal de streaming Telecine Play.

Monica Teixeira

Monica Teixeira é pedagoga e muito apaixonada pelo universo literário. Amante de séries de médico, viciada em tudo que envolve super-heróis e não perde um episódio de Legends Of Tomorrow. Ela vive na Cidade Maravilhosa, Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta