LesB Indica | Ferida – estreia de direção de Halle Berry vale seu tempo

“Ferida” (“Bruised”, título original) conta a história de Jacqueline “Jackie” Justice (Halle Berry), uma ex-lutadora de MMA que passou por uma situação traumática em um ringue e desde então não lutou mais.

LesB Indica | Profundo Desejo – uma produção com reflexões sobre viver ou sobreviver

Jackie vive com seu namorado/empresário/técnico e enfrenta problemas diários basicamente se dopando de álcool e tentando esconder seu fracasso. Desi (Adan Canto), seu técnico, vive tentando fazer com que ela retorne ao ringue, mas Jackie nunca se sentiu preparada. 

Em meio às tentativas de retorno, algo ocorre: o filho de Jackie, Manny (Danny Boyd Jr.), volta para ela depois de uma situação traumática. Ele tem cinco anos e não fala por estar em choque. Os problemas de Jackie se agravam, pois ela não faz ideia de como ser uma mãe, afinal, Manny morava com o pai, e a mãe de Jackie nunca foi um bom exemplo de como cuidar de uma criança.

As melhores séries com personagens femininas LGBTQIA+ de 2021

Em uma noite, por conta de um desafio, a protagonista acaba enfrentando uma lutadora clandestina e isso abre as portas para que ela seja chamada por um olheiro para uma liga de MMA feminina. Este (olheiro) promete retornar Jackie a sua antiga glória, colocando-a para treinar com a sua melhor treinadora, Buddakhan (Sheila Atim). Ela fica relutante inicialmente, mas a ideia do dinheiro para ajudar a criar Manny é maior, mesmo a contragosto de Desi.

Lidar com os problemas com o álcool e Desi, voltar às lutas e Manny, é demais para ela, que acaba recorrendo a Buddakhan para ser mais do que uma treinadora, mesmo que a mulher tenha seus próprios demônios para lidar. A amizade das duas logo evolui para uma relação tão complicada quanto às outras na vida de Jackie.

Oito livros para (se auto) presentear no Natal

A protagonista é uma bagunça que tenta voltar aos eixos pelos seus próprios méritos, além de lutar para ser uma boa mãe para Manny. “Ferida” entrou no catálogo de streaming e em alguns cinemas selecionados, em setembro de 2020. Antes disso, teve sua estreia mundial no Festival de Toronto. Foi o primeiro longa-metragem de Halle Berry na direção.

“Ferida” está disponível na Netflix.

França Louise

França, 25 anos, fã incondicional de Grey’s Anatomy. Mora em SP mas ama viajar. Viciada em livros de fantasia e romances policiais, espera um dia poder ter tempo de colocar a suas leituras e séries em dia.

Deixe uma resposta