Resenha | Malibu Renasce – um bom livro com potencial para mais

Ficha Técnica
Livro: Malibu Renasce
Autora: Taylor Jenkins Reid
Tradução: Alexandre Boide
Editora:
Paralela
Número de Páginas: 368
Ano de Lançamento: 2021


O romance “Malibu Renasce” é o último lançamento da autora Taylor Jenkins Reid, publicado pela Editora Paralela.

Review | Warrior Nun – Primeira Temporada

A história acompanha a vida de Mick Riva e seus quatro filhos. Por causa do pai famoso, os filhos são conhecidos e admirados por toda Malibu, assim como, todo ano os irmãos se unem e dão uma festa épica para comemorar o fim do verão, que cada ano atinge proporções inimagináveis.

“Malibu Renasce” possui duas linhas temporais. O primeiro é no futuro, com os irmãos Nina, Hud, Jay e Kit já adultos e se preparando para a grande festa que estão planejando. O segundo é no passado, em que acompanhamos a vida de Mick antes da fama, quando ele conhece sua esposa June e o momento em que cada um de seus filhos nascem.

“Quem está sozinha no mundo não tem como escolher as tarefas que quer fazer, não pode se considerar incapaz para determinada coisa. E não existe espaço para aversão ou fraqueza. É preciso fazer de tudo. Toda a feiura e a tristeza, todas as coisas que a maioria das pessoas não suporta nem pensar – é preciso encarar tudo isso. É preciso ser capaz de tudo.”

LesB Indica | Unpregnant – drama, comédia e reflexões em um só filme

No futuro, a festa de 1983 promete ser ainda maior que os últimos anos, o que atrai inúmeras celebridades, artistas e desconhecidos. Os irmãos Riva estão ansiosos para esse momento, cada um por motivos pessoais. Entretanto, o que eles não esperavam é um convidado especial e que algumas horas poderiam mudar completamente suas vidas. Já no passado, é interessante acompanhar a evolução do famoso Mick e o que aconteceu na sua vida para que ele, que antes era tão amoroso e sonhador, abandonasse seus filhos e sua esposa, e nunca mais olhasse para trás.

Assim como “Os sete maridos de Evelyn Hugo”, a curiosidade que o livro “Malibu Renasce” proporciona ao leitor é sua força motriz e a todo momento você se encontra envolvida pelos dramas dos irmãos, cada um em sua singularidade e o quanto cada um dos personagens se encontram quebrados de alguma forma.

Mesmo que seja óbvio que o objetivo de Taylor Jenkins Reid, nesta obra, é construir uma narrativa mais lenta para chegar no grand finale, a narrativa se prolonga demais em detalhes. Estes e ações minuciosamente calculadas encaminham o leitor ao que irá acontecer no fim, contudo, o ápice da trama só se efetiva nas últimas páginas e isso não é o suficiente para tornar o livro incrível. A emoção que “Malibu Renasce” carrega é importante, porém, parece que a essência dos irmãos Riva só se encontra no final.

Resenha | Descobertas: a culpa é sempre das outras – narrativa lenta e monótona

“Talvez as vidas dos nossos pais fiquem gravadas dentro de nós, talvez nosso destino seja determinado pela tentação de reviver os erros deles. Talvez seja inútil tentar, é impossível fugir do sangue que corre nas nossas veias.”

A autora, com toda certeza, conseguiu escrever uma história fechada, que mostra as fragilidades de uma família despedaçada, que erra e acerta, mas não deixa de ser imperfeita. O livro é provocativo e demonstra o poder que uma família tem sobre as emoções de cada um de nós, seja para o bem ou para o mal. É real, extremamente triste, mas que tinha potencial para ser brilhante.


Obs.: livro cedido pelo Grupo Companhia das Letras para resenha.

Bruna Fentanes

Baiana, designer e estudante de jornalismo. Acredita que vive em seu próprio conto de fadas e se divide entre suas duas obsessões: livros de romance e séries teen.

Deixe uma resposta