“Viva a Diferença” e o spin-off “As Five”: a representatividade que a gente quer e precisa

Pra quem não acompanhou, “Malhação: Viva a Diferença”, a 24ª temporada da novela, foi escrita por Cao Hamburguer – autor de nada menos que “Castelo Rá-Tim-Bum”. Essa foi ao ar durante os anos de 2017 e 2018; e venceu o Emmy Internacional Kids de 2018 na categoria de melhor série de TV.

O que difere “Viva a Diferença” dos outros anos da novela é a história girar em torno da amizade de cinco garotas totalmente diferentes, não tem uma mocinha que vai sofrer por toda temporada porque uma vilã e/ou vilão vai impedir seu namoro com o mocinho de acontecer. Sendo a primeira vez, em quase 23 anos que o programa estava no ar, a representar uma de suas protagonistas, a Lica (Manoela Aliperti), sendo LGBTQ+ e mostrar seu relacionamento com a Samantha (Giovanna Grigio).

LesB Indica | Milhas de distância – uma história sobre amor e descoberta de si mesmo

O sucesso e reconhecimento da temporada se mostraram de uma enorme importância, dentre os temas abordados estão a gravidez e maternidade na adolescência, a questão racial, a diferença social, a importância da educação pública de qualidade, bullying sobre pessoas no espectro, e, também, sobre sexualidade.

Limantha foi um marco para a representatividade de relacionamentos entre mulheres na TV brasileira. Sempre bom ter em mente que as cenas delas eram passadas na TV aberta, por volta das 18h e seus beijos, mesmo com ângulos por vezes horrorosos, não foram censurados. Teve seus erros? Sim. Contudo não apaga o benefício e a história delicada e orgânica que desenvolveram para as meninas.

A relevância da aceitação, não só por todos os temas elencados anteriormente, vem pelo fato do grande casal da novela ter sido o citado acima. E, pelo grande destaque das mesmas, um dos desfechos mais aguardados do fim de “Viva a Diferença” era se Lica e Samantha terminariam juntas.

Entrevista com Priscila Buiar da websérie “Magenta”

A repercussão e carinho que temporada recebeu fez com que as cinco protagonistas ganhassem um spin-off com o nome de “As Five”. As gravações já começaram e a previsão é que seja lançada no começo de janeiro de 2020 na  plataforma Globoplay. Como a série irá para o serviço de stream, já foi anunciado que a trama será bem mais adulta do que era enquanto uma novela teen. Esta se passará por volta de seis a oito anos após o fim de “Viva a Diferença”. E terá como foco, mais uma vez, a vida das cinco amigas que acabaram se distanciando. Pelo o que foi divulgado, as garotas se encontrarão após a morte da mãe de Tina (Ana Hikari).

Novamente, a grande expectativa é sobre o que aconteceu com o relacionamento de Lica e Samantha. Ao mesmo tempo em que conseguimos uma informação ali e outra lá a respeito das outras protagonistas, sobre a personagem de Aliperti as notícias são poucas e/ou incertas.

Por enquanto o que se foi revelado do enredo é:

  • Benê (Daphne Bozaski) se mudou para o Rio para estudar e trabalhar com música, ela vai dar aula de piano em uma igreja e mora em um apartamento com Guto (Bruno Gadiol) – seu par romântico na novela.
  • Tina está morando com Anderson (Juan Paiva). Eles abriram a gravadora juntos e a perda da mãe faz com que reencontre suas melhores amigas da época do colégio.
  • Keyla (Gabriela Medvedovski) largou os estudos para cuidar de Tônico, seu filho, que, por estar mais velho, está demandando mais atenção da personagem.
  • Ellen (Heslaine Vieira) foi estudar fora do país e construiu uma carreira acadêmica. Namora um gringo.
  • Lica vira influencer divulgando as viagens que faz pelo mundo.
  • As meninas, com a volta da amizade, tentarão ajudar umas as outras com os problemas que enfrentam agora como adultas.

Pro Mundo (Out) | Nico Minoru: a poderosa feiticeira de Marvel’s Runaways

As gravações já chegaram a metade, serão oitenta dias de filmagens, uma parte na cidade de São Paulo e outra no Rio de Janeiro, nos estúdios da Globo. A expectativa que fica é de que a série tenha a mesma representatividade que possuiu na novela e que possa mostrar, sem tantas restrições pelo horário, cenas maravilhosas do nosso casal favorito! #CaoNaoMeDecepcione

Maria Letícia

Maria Letícia é fanfiqueira e médica formada pelo Grey Sloan Memorial Hospital, mas nas horas vagas é estudante de Direito. De sol em exagero e ascendente em drama queen, a mineira vive no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta