LesB Indica | Sex Education – ensinando educação sexual em uma série adolescente

Série da Netflix de 2019, que já conta com duas temporadas, “Sex Education” apresenta a história de Otis (Asa Butterfield), um adolescente que se junta a sua colega de escola Maeve (Emma Mackey), para ganharem dinheiro com aconselhamento sexual, com o ponto de que o garoto não tem nenhuma experiência prática com sexo, tendo conhecimento do assunto pelos livros e estudos de sua mãe (Gillian Anderson), uma famosa sexóloga.

LesB Indica | Chasing Life (Lutando pela Vida) – narrativa que explora a luta contra o câncer

Com o seu aconselhamento sexual, os jovens começam a ganhar dinheiro e fama pela escola, “atendendo” cada vez mais colegas. Com isso, a produção aposta em trazer diferentes discussões sobre sexualidade, de forma aberta, clara e em sua maioria sem julgamentos (infelizmente nem tudo é perfeito). 

Os debates sobre questões de sexualidade se torna ainda mais interessante na segunda temporada de “Sex Education” quando a Dra. Jean, mãe de Otis, começa a atuar na escola do filho, buscando aconselhar os jovens de forma profissional.

Crítica | Eu Me Importo – trama intrigante com roteiro que poderia ser melhor

Outro ponto de grande importância da série é a questão da diversidade, que consegue crescer com o passar das temporadas, apresentando personagens de diversas raças, cores e orientações sexuais, essas três características, inclusive, sendo parte do personagem Eric (Ncuti Gatwa), melhor amigo do protagonista e verdadeira grande estrela da trama. 

O quesito da orientação sexual, diferente da maior parte das séries adolescentes, não traz apenas o descobrimento da sexualidade como grande enfoque, mostrando também personagens que já sabem muito bem quem são. Além disso, mesmo quando se fala de se descobrir LGBTQIA+, o grande foco são nos relacionamentos tanto amorosos quanto de amizade dos personagens.

A série também apresenta de uma forma muito sensível questões como aborto, assédio, violência, preconceito e relacionamentos abusivos, de modo que não se torna uma narrativa pesada.

Resenha | Espere até me ver de coroa – a descoberta do amor próprio

Assim, “Sex Education” se torna um ótimo passatempo, com discussões importantes e claro, tramas adolescentes clichês, que criam uma história divertida, e que pode fazer grande diferença para educação sexual do público juvenil que a acompanha.

Carol Moreno

Carol Moreno é estudante de psicologia, bissexual e do interior de São Paulo. Ama todos os filmes, séries e webseries com personagens LGBTQ+, espera um dia conseguir assistir tudo que coloca na sua listinha.

Deixe uma resposta