Station 19 e o casal Marina (Maya + Carina)

Opa, um novo shipper sáfico?

É isso mesmo que vocês leram. Tem um novo shipper sáfico no pedaço pra gente se deliciar e shippar MUITO.

Primeiro vamos entender de que lugar esse casal surgiu

Station 19, lançada em março de 2018, é uma série muito além de Grey’s Anatomy (apesar de ser um spin-off). O núcleo principal é excelente, assim como Meredith (Ellen Pompeo) é o centro das atenções no hospital, aqui temos Andy Herrera (Jaina Lee Ortiz) como personagem principal, ela é a típica protagonista do universo ShondaLand: por muitas vezes ela não agrada o público, já que carrega consigo o dilema de estar sempre certa. Mas os escritores capricharam no roteiro desta série e temos um elenco que desempenha seus papeis de uma forma incrível. Ouso dizer que este spin-off foi um dos melhores até agora no do universo de “Grey’s Anatomy”.

Review | Station 19 – Terceira Temporada

Mas aqui vamos nos concentrar em uma personagem que é amada e odiada pelo público (é galera, nem tudo são flores). Maya Bishop (Danielle Savre) é uma ex-atleta olímpica, bombeira e melhor amiga de Andy. Conhecida entre seus amigos como “sweet broken Maya”, temos uma personagem complexa e cheia de segredos. No decorrer da narrativa assistimos-a tomando decisões que nem sempre são “sensatas” e tendo atitudes que muitas vezes são questionáveis até entre seus amigos. Quando a história de Maya é mostrada na produção percebemos que seu comportamento traumático é graças a criação dura e abusiva que cresceu tendo do seu pai. Ela passou anos sendo destratada por ele e isto causou feridas profundas demais. Com isso temos uma mulher que não consegue se abrir pros outros e que acha que pode resolver tudo na marra (é sério). Maya é uma das melhores bombeiras de Seattle e ganha destaque quando assume o posto de capitã da Estação 19, mesmo tendo que passar por situações nada agradáveis no caminho, se afastando até dos seus amigos.

No meio de toda essa transição, Maya conhece Carina DeLuca (Stefania Spampinato) que já é conhecida e amada no universo de “Grey’s Anatomy”. O desenvolver deste casal começa em um bar (novidade, né?) e logo nas primeiras cenas das duas percebemos a afinidade e química que elas têm juntas. No decorrer da temporada assistimos Carina e Maya passarem por VÁRIAS SITUAÇÕES – incluindo uma viagem romântica, que na minha humilde opinião foi um dos melhores momentos das duas na série. Mas como nem tudo são flores, Maya se mostra resistente em se abrir para Carina, ela chega até mencionar em um episódio que a médica não foi nada demais pra ela, apenas uma “transa”, AHAM MAYA, AHAM. E já mostrando minha indignação aqui: Carina é uma personagem incrível que merecia mais tempo de tela tanto em sua produção de origem quanto em “Station 19”. Ela é leve, carismática, bem construída e tem um alivio cômico impecável. É uma mulher com opiniões fortes e que deixa muito claro para Bishop que está envolvida da cabeça aos pés no relacionamento delas e que não vai desistir de tentar fazer dar certo.

Resenha | A garota do aplicativo: quando rola uma química sem se ver…

Mas como estamos falando de Shonda Rhimes e Krista Vernoff… Percebemos que ela não se abre inteiramente para Carina, devido aos anos de relacionamento abusivo que viveu com o pai – como disse, ela é uma personagem muito complexa. Sendo assim, isto impede Maya de ser 100% coerente sobre seus sentimentos com DeLuca, o que se torna um grande problema para as duas, mas não vou falar tanto sobre isso pois (SPOILERS).

O porquê recomendo shippar Marina

Como sabemos a comunidade LGBTQIA+ é sempre muito esquecida no churrasco, mas, às vezes, a gente ganha coisas muito boas que servem de inspiração e força.

Recomendo que vocês assistam “Station 19”, porque a série é realmente muito bem desenvolvida e que shippem Marina (junção de Maya+Carina), pois são duas personagens incríveis, fortes e bem construídas. A escolha dos roteiristas de trazer Carina para este spin-off foi simplesmente genial. Juntas elas mostram que ser um casal vai muito além dos detalhes simples que observamos nos outros todos os dias, servem de exemplo para refletir como nos portamos em nossas próprias relações e como tratamos as pessoas que amamos.

A Secret Love – O amor e o envelhecimento

Tem muita gente por aí dizendo que elas são Calzona 2.0 e tudo que tenho a dizer é: se na época que Arizona (Jessica Capshaw) e Callie (Sara Ramirez) estiveram juntas em “Grey’s Anatomy” elas fossem desenvolvidas como Carina e Maya são, talvez não tivesse tanta desgraça vindo das duas. E que fique claro que não estou comparando casais aqui, só estou pontuando.

Agora o porquê não recomendo shippar Marina (e assistir “Station 19”)

Sinceramente? Não tenho nenhum motivo para dizer para vocês não assistirem esta série, realmente “Station 19” aborda assuntos importantes e faz com que a gente se envolve com absolutamente todos os personagens. ShondaLand parece que finalmente ouviu os pedidos dos fãs e está melhorando nos roteiros (ou nem tanto).

Agora, sobre os motivos para não shippar Marina… Talvez Maya seja uma das personagens menos compreendidas na série e por esta razão seja difícil assisti-la fazendo certas coisas e agindo como se não se importasse, quando na verdade, o coração dela está em pedaços. Carina é uma personagem que a gente se apaixona instantaneamente, muitas vezes ela não é tratada como merece (inclusive pela própria Maya).

Pro Mundo (Out!) | Leah Burke e a aceitação dos nossos corpos

A season finale da terceira temporada que foi exibida no mês passado nos mostrou uma Maya totalmente diferente daquela que vimos na primeira e na segunda. Acredito que este foi o ponto do começo da redenção da nossa Capitã. Mas o desenvolver deste romance e de como elas vão resolver as questões que ainda estão em aberto só vamos descobrir na próxima etapa.

Maria Izabelly Lopes

Maria Izabelly Lopes

Maria Izabelly Lopes, é ex estudante de jornalismo (grande coisa) e atualmente é quase psicóloga. Viciada em Grey’s Anatomy, sabe bem o que é ser trouxa por séries. Feminista, esquerdista e sem terra de carteirinha. Recifense com muito orgulho e fã de muita coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *