Visibilidade Lésbica | 20 personagens lésbicas das séries de TV e streaming

No dia 29 de agosto é comemorado o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica no Brasil, então, para celebrar, reunimos 20

Ler mais

Comic-Con@Home 2021 | Rua do Medo – uma celebração do sucesso da trilogia da Netflix

A trilogia “Rua do Medo” foi um dos grandes acertos da Netflix neste ano. E esse fenômeno não poderia ficar

Ler mais

Crítica | Rua do Medo: 1666 – a coroação de uma trilogia de terror

“Rua do Medo: 1666 – Parte 3”, volta ao passado distante de Shadyside, na época em que se chamava Union, para mostrar a origem da lenda da bruxa Sarah Fier e sua maldição sobre a cidade.

Ler mais

Crítica | Rua do Medo: 1978 – segunda parte chega com cara de clássico

Esta parte mostra a história de C. Berman (Gillian Jacobs), uma mulher assustada que foi a única sobrevivente do massacre de 1978 ocorrido na cidade de Shadyside, conhecida como a capital do assassinato. Conhecemos essa personagem apenas por nome em “Rua do Medo: 1994 – Parte 1” e aqui ela surge em carne e osso para Deena (Kiana Madeira) e Josh (Benjamin Flores Jr.), que buscam uma maneira de salvar Sam (Olivia Welch) das garras da bruxa Sarah Fier. E assim C. Berman começa a nos contar sua história.

Ler mais

Crítica | Rua do Medo: 1994 – um presente para os amantes de terror e os anos 1990

Os longas-metragens “Rua do Medo” são uma adaptação da trilogia de livros do autor americano R. L. Stine (criador da famosa série infanto-juvenil dos anos 1990 “Goosebumps”), que contam a história da cidade de Shadyside entre os anos de 1994, 1978 e 1666 onde eventos terríveis aconteceram.

Ler mais