Review | The Bold Type – Terceira temporada

The Bold Type” é uma comédia dramática que acompanha a vida de três amigas: Jane Sloan (Katie Stevens), Kat Edison (Aisha Dee) e Sutton Brady (Meghann Fahy) e suas carreiras na Revista Scarlet. A terceira temporada estreou no primeiro semestre de 2019 e entregou 10 episódios para você se deliciar (ou chorar) junto com a trajetória delas.

No final da segunda temporada, a série nos deixou algumas incertezas em relação a vida das personagens: Quem Jane poderia escolher: Ryan (Dan Jeannotte) ou Ben (Luca James Lee)? Como Sutton seguiria seu relacionamento com Richard (Sam Page)? E como Kat lidaria com o término recente com Adena (Nikohl Boosheri)?

Review | The Bold Type – Segunda Temporada

[Spoilers a seguir]

Ao longo dos episódios, vemos a personagem de Aisha Dee evoluir e tentar superar o rompimento com Adena, em que na temporada passada havia afirmado se sentir presa no relacionamento e incapaz de produzir no seu trabalho. No primeiro episódio da temporada, Kat entrega uma das cenas mais empoderadas e sensíveis até então. Chorando, sofrendo e de cara limpa, ela se abre para os seus seguidores quanto ao seus verdadeiros sentimentos e o quanto está de coração partido. Buuut, como ela disse, nós temos que seguir em frente.

Resultado de imagem para the bold type season 3

Como diretora de mídia social de Scarlet, Kat ao se deparar com a possibilidade de um clube (que ela gosta) voltado ao público lésbico fechar as portas, toma a iniciativa de arrecadar dinheiro na tentativa de salvar o lugar. Entretanto, ela não possui sucesso e essa atitude a faz cair na carreira política e conhecer a gerente de campanha Tia Clayton (Alexis Floyd).

Poderosa Thor | Conheça melhor a deusa do trovão

A ideia de Kat concorrer a vereadora e lutar pelas causas sociais que ela tanto deseja, em algum momento da história, se mistura com seu envolvimento com Tia. No início, a construção da personagem nos faz acreditar e entender que Kat está confundindo seus sentimentos e lendo errado os sinais, porém, temos uma reviravolta e Tia acaba admitindo já ter beijado uma garota na adolescência e fugido desse sentimento por medo do preconceito.

Quando começamos a aceitar o possível relacionamento de Edison com uma pessoa que não seja Adena, a muçulmana volta dos mortos no últimos episódios da temporada para bagunçar a cabeça da protagonista e a nossa. A ex de Kat retorna para Nova York com novos trabalhos, enquanto a eleição está quase no fim. Elas se reencontram e conversam, assim Adena se desculpa pelas suas ações e afirma querer o relacionamento de volta, resultando em uma pegação muito louca. Enquanto a coitada da Tia foi esquecida no rolê, e devemos considerar que ela havia sido muito compreensiva com toda a história do casal Kadena.

Resultado de imagem para the bold type season 3

Com tudo isso, a terceira temporada finaliza com a Kat perdendo a eleição e sozinha, pois ela decide que entre ficar dividida entre duas mulheres, é melhor se conhecer primeiro. Ou seja, um tapa na cara de todo mundo e finalmente um crescimento da personagem. Além disso, paralelo aos dramas da Kat, vemos Jane se aventurar em uma reportagem investigativa com a ajuda de Jacqueline Carlyle (Melora Hardin) e alguns dramas com Ryan (afinal, ela escolheu ele). Sutton resolve morar com Richard e investir mais em sua própria carreira. Para nos últimos segundos, não sabermos o futuro da Revista Scarlet, Jacqueline e das três garotas.

Review | Legacies – Primeira Temporada

The Bold Type” é exibida pelo canal Freeform e foi renovada para a 4º temporada com estreia prevista para 2020.

Bruna Fentanes

Bruna Fentanes

Bruna Fentanes, estudante de jornalismo e um pouco designer. Bahiana e nordestina com muito orgulho. Amante dos livros de amor, mas sempre vai adorar os dramas que a vida lhe dá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *