LesB Indica | Julie Anne Peters – para ler e se apaixonar

Julie Anne Peters é uma das mais populares autoras americanas de literatura LGBTQ+, que recentemente tem sido publicada no Brasil pela hoo editora (selo editorial da Universo dos Livros direcionada à publicação de livros LGBTQ+ no Brasil). Julie Anne esteve ativa entre os anos de 1992 e 2013, quando anunciou que se aposentaria da escrita. Seus livros são focados no público jovem adulto e normalmente apresentam questões lésbicas ou focadas no público LGBTQ+ em geral.

Review | The Bold Type – Segunda Temporada

O primeiro livro da autora publicado no Brasil pela hoo é “Não Conte Nosso Segredo”, que narra a história de Holland Jagger, que tem uma vida da qual aparentemente não pode reclamar. Isso até a chegada de Ceci Goddard à sua escola. Ceci muda tudo e as duas desenvolvem sentimentos que não conseguem esconder, mas a reação das pessoas à sua volta a este relacionamento pode afetar diretamente o relacionamento das duas.

No começo do ano, a hoo editora também anunciou a publicação de “Luna”, livro de 2006 que conta a história de uma jovem transgênero que começa a entender quem é experimentando roupas e maquiagem à noite, e por isso, escolhe seu nome inspirada na lua. O livro ainda não tem data de estreia, mas está previsto para o próximo ano.

Cinco webséries internacionais que você precisa conferir

Com 21 livros escritos e uma carreira que marcou a vida de gerações LGBTQ+, além de ter influenciado a carreira de vários autores que vieram depois dela, a obra de Julie Anne Peters é para ler, descobrir e se apaixonar.

Giulia Santana

Giulia Santana

Giulia Santana é estudante de jornalismo. Passa metade do tempo escrevendo e a outra stalkeando atrizes no Instagram. Ela mora em Vitória da Conquista, na Bahia.

Um comentário em “LesB Indica | Julie Anne Peters – para ler e se apaixonar

  • 7 de setembro de 2018 em 12:22
    Permalink

    Keeping You A Secret (Não conte nosso segredo) marcou minha adolescência de um jeito… <3 lembro que é uma leitura difícil em alguns momentos porque é aquela clássica história da aceitação, o medo da rejeição etc mas nossa, lindo demais. recomendo muito também!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *