Cinco momentos importantes na trajetória de Carmilla Karnstein

Natasha Negovanlis tem sido um assunto recorrente aqui na nossa redação durante os últimos dias, e sempre que temos oportunidade, ressaltamos a mulher que deu vida a vampira Carmilla Karnstein. Portanto, decidimos separar cinco momentos importantes na trajetória da atriz na websérie “Carmilla”.

Exclusivo | Entrevista com Natasha Negovanlis sobre Carmilla, CLAIREvoyant, representatividade e muito mais

1. A chegada

Acredito que falo por todos quando afirmo que caímos de amores quando a vampira mais impetuosa da Silas University apareceu pela primeira vez. Com sua atitude bad girl, uma camisa preta e calça de couro, bastou ela pronunciar as seguintes palavras: “I’m Carmilla, your new roomate, sweetheart” para nos entregarmos. Apesar dos poucos segundos em que aparece, percebemos que Carmilla irá balançar não só a vida de Laura Hollis (Elise Bauman), mas também a nossa, porque afinal de contas quem não ama uma bad girl.

2. O passado

Quem lembra do episódio em que Carmilla estava toda trabalhada na sedução, pronta para dar uns beijinhos na menina Laura, quando é surpreendida e presa pela gangue Scooby-Doo. Pois então, nos episódios seguintes por insistência da aspirante a jornalismo, ela acaba contando como se tornou vampira. Assassinada e transformada num ser da noite, ela conta que foi usada por sua mãe para atrair jovens moças para a morte. Porém, ao ser isca durante as armadilhas que sacrificavam essas mulheres, ela acaba se apaixonando e perdendo Ell. Apesar das crueldades da mãe, Carmilla decide ficar e ajudar outras jovens a não ter o mesmo fim que sua amada, é então que percebemos que a vampira não é o monstro que Laura achava que ela era.

SDCC 2018 | Painel Legends of Tomorrow

3. O sacrifício 

Carmilla, que passa a temporada inteira se esquivando do confronto com sua mãe, acaba decidindo lutar! A mudança repentina de atitude se deve a Laura. The tiny gay, decide ir atrás do Angelfish para acabar de uma vez por todas com os sacrifícios. Preocupada com o destino da estudante, a vampira decide ajudá-la e acaba morrendo. Pela primeira vez em séculos, ela havia encontrado alguém com quem realmente se importava, sacrificando até sua própria vida para mantê-la a salvo (se isso não é amor monamu, eu não sei o que é).

4. A traição de Laura e a morte de Mattie

A introdução de Mattie (Sofia Walker) cria uma nova dinâmica na websérie, permitindo que você conheça um outro lado de Carmilla. As atrizes conseguem transmitir uma energia que te convence de que elas são irmãs e amigas há séculos, e ao escutar suas aventuras, você torce para vê-las cometendo massacres novamente. A chegada da vampira mais velha não traz apenas boas histórias e risadas. O relacionamento de Hollstein fica abalado com a chegada da irmã mais velha de Carmilla, e é interessante vê-la tentando equilibrar ambas as relações. Porém, o ambiente hostil de Silas faz com que a estudante e Mattie tornem-se inimigas.

CLAIREvoyant: leve, divertida e merece ser vista

Preocupada com a segurança da jovem, Carmilla acaba contando como derrotar a irmã e episódios mais tarde, o segredo vem à tona, e Mattie morre. É interessante vê-la lidando com a morte da vampira mais velha, com o fato de que ela, em parte, é responsável por esse tragédia, e no meio de tudo isso ela precisa encarar o fato de que Laura a traiu.

5. A morte de Laura e a vida de Carmilla

Ao longo de três temporadas Carmilla se dedicou em manter Laura segura e viva. O amor não era a única motivação. A estudante foi e é a única pessoa que acreditou verdadeiramente que a menina Karsntein é uma pessoa de qualidades extraordinárias, e não um monstro como foi taxada durante séculos. Se a Laura morresse, a humanidade da personagem de Natasha morreria junto. Quando esse momento chega, a vampira não via razões de continuar em vida, e numa atuação bem shakespeariana, ela pediu aos deuses que a matasse. No entanto, os deuses não somente lhe dão a vida, fazendo seu sangue pulsar e seu coração bater, como também ressuscitam a aspirante a jornalista, permitindo assim que o casal tivesse um recomeço.

Lua Barros

Lua Barros

Lua Barros é estudante de Produção de Multimídia, bissexual e Belenense. Seus passatempos favoritos são: maratonar séries e aprender idiomas novos enquanto assiste as cenas dos seus casais favoritos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *